Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Estagiários de Serviço Social da Universidade Anhanguera apresentam trabalho sobre Depressão entre os policiais militares de Sergipe

Os estagiários de Serviço Social da Universidade Anhanguera - UNIDERP apresentaram nessa última terça-feira (09/05/2012) o trabalho de conclusão de curso sobre o tema "A IMPORTÂNCIA DE MÉTODOS PREVENTIVOS PARA O ENFRENTAMENTO DA DEPRESSÃO ENTRE OS POLICIAIS MILITARES". Participaram da apresentação os estagiários Sheila Sandra, Alexandre Andrade Garcia e José Evangelista dos Santos Filho, os quais foram supervisionados pelas profissionais Assistentes Sociais Íris dos Santos Sousa Andrade e Juliana Silva Dantas. Estavam também presentes as psicólogas Beatrice Marques e Kezyane Menezes e o Coordenador do Serviço Social do NAPSS, William Nascimento Vasconcelos, Assistente Social e Major PM.
A apresentação do trabalhou iniciou pelo estagiário de Serviço Social, José Evangelista, explicando a escolha do tema, haja vista a incidência desse tipo de transtorno mental nos policiais militares e seus familiares, além de ser um tema considerado como a "pauta do momento", haja vista os diversos fatores que contribuem para o aparecimento (desencadeamento) desse transtorno, a exemplo do estresse, ansiedade, falta de exercício físico, uso de bebida alcoólica, dentre outros, bem como a não continuidade de acompanhamento dos usuários acometidos desse transtornos no NAPSS, voltando ao tratamento de forma mais agravante.
Por sua vez, o Estagiário Alexandre abordou os sintomas do usuário em estado depressivo, de forma sucinta, explicando que o diagnóstico de depressão na verdade não se constata de forma insolada, mas num grupo de sintomas, tais como dificuldade de concentração, alterações do apetite e do sono, irritabilidade ou inquietação, sentimento de pena de si mesmo, persistência de pensamentos negativos, etc.
Encerrando a apresentação, a estagiária Sheila abordou como se pode evitar a Depressão, ressaltando a necessidade da prevenção, uma vez que "Prevenir é melhor que remediar", e em se tratando de depressão, não exige gastos excessivos para seu tratamento, ou seja, além do acompanhamento de um profissional na área de saúde mental, faz-se necessário que o usuário mantenha uma qualidade de vida saudável, fazendo exercícios físicos diários, fazer amizades, praticar hobbes (pintar, costurar, pescar, etc.), não fazer uso de tabaco (cigarro, charuto) e nem de bebida alcoólica, além de motivar-se a si próprio, como cantar, pois, "Quem canta, seus males espanta!". Ao concluir a apresentação do trabalho, os estagiários em parceria com o NAPSS agendaram para o dia 15/05/2012 (terça-feira), uma reunião com as unidades da capital e grande Aracaju, a fim de que possam assistir a mesma apresentação, tomando ciência de como prevenir esse tipo de transtorno mental, bem como servir de multiplicadores para seus pares e familiares na questão da
prevenção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário